Remarketing e Retargeting: Suas diferenças e seus usos

É muito comum as pessoas se confundirem entre remarketing e retargeting, muitas vezes os termos se misturam e as empresas acabam fazendo um achando que estão fazendo o outro. Por mais que existam essas confusões é preciso ter muito claro o que é cada uma e como utilizá-las para aproveitar melhor suas estratégias de marketing digital.

Remarketing:

Para explicar o remarketing usamos o exemplo mais comum de todos. O cliente entra na sua plataforma, olha o site inteiro, faz registro, chega a colocar coisas dentro do carrinho para fazer uma compra, mas na hora de fechar o negócio, abandona a compra. 

A empresa vai e usa o cadastro do cliente para enviar e-mails para ele avisando a ele que ainda tem itens adicionados no carrinho, fazendo assim com que se lembre do que tinha vontade de adquirir e possivelmente o fazendo retomar a compra.

Este tipo de e-mail marketing é uma estratégia clássica de remarketing, interagir com um cliente que já está em contato com a marca e tem muita consideração por ela. Neste caso a pessoa já estava próxima a fechar uma venda, porque não lembrá-lá dessa compra? Remarketing se baseia em não perder o público já engajado, principalmente por meio de e-mails.

Retargeting:

O retargeting está mais envolvido com as estratégias de Ads, tendo um exemplo também muito comum. O seu público se envolve de alguma forma com suas campanhas, tanto em Facebook quanto em Google, entra no site, mas não realiza tantas interações. A empresa usa os acessos para continuar atingindo este público, entretanto com estratégias diferentes para engaja-lo a comprar, usando novas abordagens, como novos criativos ou promoções.

Não existe aqui o parte direta como no remarketing, não há essa comunicação direta com a pessoa, evitando o contato, mas mesmo assim construindo uma presença e se mostrando presente. O Retargeting se baseia em engajar mais o público com a marca, por meio de anúncios.

Diferenças entre remarketing e retargeting:

Agora que os conceitos já foram explicados e exemplificados podemos ver que existe uma diferença, principalmente em linguagem de comunicação e no canal de comunicação. São diferenças que parecem mais fáceis de se enxergar agora, mas que normalmente não percebemos.

A linguagem do remarketing é mais direta, mostrando proximidade da marca com cliente. Já existe uma grande consideração, o contato direto é facilitado, pois ele já está muito próximo de comprar algo ou adquirir um serviço. Já no retargeting é preciso construir ainda essa aproximação, atraindo o cliente para interagir cada vez e construir uma relação de compra.

Os canais usados são um reflexo de como a comunicação deve ser feita, como o remarketing lida de com comunicação direta, o uso do e-mail é importante, pois vocês está conversando diretamente com a pessoa, usando a relação próxima para continuar se mostrando relevante para pessoa. 

O retargeting usa dos anúncios, uma forma indireta, mas que impacta a pessoa enquanto navega nas redes sociais, ou quando está navegando em algum site. Assim a presença também é construída, mas como não se há a proximidade ainda com o público é preciso ser mais discreto.

Os usos de cada estratégia:

Mesmo que já tenhamos ilustrado um pouco dos usos é preciso se aprofundar um pouco mais em cada um. Por tanto vamos falar um pouco mais de cada estratégia exemplificando as melhores formas de utilizá-las. 

O remarketing é bom se utilizar a partir do seu banco de dados, quando a pessoa se registra e deixa um contato é o canal chave para começar este tipo de estratégia. Se o seu público já confia na marca a ponto de se registrar e deixar um modo de comunicação direta, é nesse canal que você deve agir para essa estratégia.

Além de evitar que a marca caia no esquecimento do cliente, a empresa vai se moldando dentro da estratégia de comunicação aos pontos de interesse do cliente, assim mostrando conhecimento e entendimento sobre o público, montando fortes bases para o relacionamento. Mas sempre se lembre das boas práticas em e-mail marketing, para não desgastar seu público.

Para se fazer uma boa estratégia de retargeting é preciso ter campanhas de anúncios estruturadas, com o público alvo definido e que esteja levando tráfego para o site. Assim é possível montar uma campanha focada neste público que acessou a plataforma por meio de anúncios. 

Para esse novo público é preciso ter uma nova abordagem também, por mais que algo já os tenha chamado atenção e começaram a interagir com a empresa, ainda faltam alguns passos para que se tenha uma relação de consideração de venda. Por isso uma das estratégias mais utilizadas para o retargeting é de se usar promoções para atrair o cliente.

Truque de mestre:

Bem poderíamos agora falar que existe fórmula secreta para usar qualquer um dos dois, mas a melhor maneira de usar as estratégias é ter profissionais capacitados que entendem as tendências do mercado e que sabem trabalhar com as necessidades de cada cliente.Por isso nós da TRIWI Marketing Digital, temos uma consultoria que se adequa ao que o cliente precisa, atendendo apenas aquilo que sua marca procura. Vem conhecer mais.

JUNTE-SE A NOSSA LISTA VIP

Junte-se a mais de 150.000 pessoas que recebem nossos conteúdos e agendas de workshop

COMPARTILHE CONHECIMENTO

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ESPERE!

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E AGENDA DE WORKSHOPS​