Como-Avaliar-a-Velocidade-do-Seu-Site-com-as-Ferramentas-do-Google

Como avaliar a Velocidade do seu Site com as Ferramentas do Google

Na era digital, criar uma página on-line para difundir ideia ou vender produtos e serviços pode ser um ótimo negócio. Mas, o desenvolvimento e a manutenção de uma casa virtual pode ser mais difícil do que parece, exigindo muito tempo e dedicação. A velocidade do seu site, por exemplo, é um dos aspectos mais importantes para a experiência do usuário e, consequentemente, para o Google considerá-lo como relevante.

Mas, afinal, qual deve ser a velocidade do seu site?

Segundo especialistas do Google o tempo médio de carregamento dos sites é de 5 segundos. No vídeo Google Site Performance para Webmasters, Maile Ohye afirma que 2 segundos é o limite para um bom desempenho.

O especialista Geoff Kenyon também realizou uma pesquisa na qual identificou que, caso um site carregue em 5 segundos, é mais rápido do que cerca de 25% da internet; em 2.9 segundos, mais que 50% da rede; já se carregar em 0,8 segundos, é mais veloz do que 94% de toda a web.

Em resumo as estatísticas citadas, mais especificamente deve se carregar uma página o mais rápido possível. Já sabemos que o tempo de carregamento do seu site influência em seus resultados, então o ideal é otimiza-lo ao máximo para manter o tempo de carregamento no mínimo!

Diante disso, podemos afirmar que tempo é dinheiro. Por isso reunimos algumas dicas sobre ferramentas do Google para avaliar a velocidade do seu site, confira:

PageSpeed Insights 

O PageSpeed Insights (PSI) é um dos recursos mais conhecidos do Google para você analisar a velocidade do seu site. A ferramenta é gratuita e intuitiva, tendo uma diversidade de resultados em duas frentes: desktop e mobile. Basicamente, a PSI avalia dois fatores dos site: 

  • exibição de conteúdo (FCP, sigla em inglês); 
  • carregamento do conteúdo DOM (DCL, sigla em inglês).

Ambas as métricas recebem uma mediana e, assim, o Google consegue classificar a página virtual em uma pontuação geral. Fora isso, a ferramenta ainda mostra uma pontuação que contempla o quanto o site foi otimizado e o quanto de espaço ainda há para fazer melhorias. 

A contagem é exibida assim: 

  • 80 ou mais (boa): grande parte das ações sugeridas de desempenho foi aplicada à página, então, o espaço disponível para outras otimizações são pequenos; 
  • 60 a 79 (média): algumas otimizações de desempenho não foram usadas na página. Sendo assim, o espaço disponível para otimização é médio; 
  • 0 a 59 (ruim): a página não foi otimizada e há muito espaço disponível para otimizações. 

Test My Site

A Test My Site também faz a avaliação do tempo de carregamento das páginas virtuais. Para isso, basta copiar e colocar o domínio do site no espaço indicado e dar ok. Logo, a ferramenta mostrará em quantos segundos foi feita a exibição dos conteúdos e o que isso significa, ou seja, se a página virtual está lenta, rápida ou mediana. 

Depois de verificar a análise do tempo de carregamento, você pode receber sugestões para otimizar o seu site. Além disso, também é possível gerar relatórios e compartilhá-los com a sua equipe. 

Mais algumas funções são a comparação da velocidade da sua casa virtual com outros sites e como as otimizações podem melhorar a média de visitantes, taxa de conversão e ticket médio. 

Google Analytics

O Google Analytics é mais uma ferramenta poderosa para avaliar qualquer site. Além de mostrar, por exemplo, dados e relatórios referentes ao número e origem de acessos, o G.A. também gera documentos a respeito do tempo de carregamento das páginas virtuais. 

Para isso, siga o passo a passo: faça login na sua conta Google → vá até a sua vista → clique em relatórios → acesse comportamento → velocidade do site. 

Assim como as ferramentas anteriores, o G.A. também dá alguns insights sobre como você pode melhorar a velocidade do seu site. Por tudo isso e muito mais, vale a pena conhecer mais sobre Google Analytics! 

Como melhorar o tempo de carregamento da sua página on-line?

Agora que você já sabe como otimizar a velocidade do site, quero te mostrar quais são os principais causadores da lentidão.

Gostaria de informar que caso o seu site se enquadrar em qualquer uma das situações abaixo, você precisa buscar uma solução com urgência.

  • Imagens muito pesadas –  As imagens são ótimas, tanto para o conteúdo  quanto para a venda de produtos online, porém podem prejudicar muito seu site se usadas de forma errada. Qualquer falha no formato ou na resolução adequada pode deixar uma imagem com tamanho excessivo, atrasando o carregamento da sua página, o que é péssimo para a indexação e para os visitantes do seu site.
  • Muitos Scripts – Scripts são linhas de código que fazem os elementos do site abrirem de forma correta. Assim que você acessa a página, esses Scripts são requisitados para colocar tudo em ordem. O problema é que muitas vezes cada função está em um arquivo separado, gerando muitas requisições. O recomendado é que todos esses comandos sejam concentrados em um único arquivo.
  • Widgets – Os Widgets são aquelas “caixas” com previsão do tempo, rádio, notícias ou qualquer outra informação que não seja do próprio site e com certeza são os piores inimigos do desempenho.
  • Publicidade excessiva – Muitos sites de conteúdo e portais de notícias usam a publicidade nas suas páginas, porém é preciso ser cuidadoso para não colocar anúncios demais em seu site porque isso vai aumentar o número de requisições no site e atrasar o carregamento de todos os elementos.
  • Hospedagem – Se você já tentou de tudo que foi citado acima e seu site continua lento, há uma grande possibilidade de que sua hospedagem não esteja otimizada para a plataforma do seu site. Os planos comuns de hospedagem não acompanham o crescimento exponencial de um site ou aplicação, por isso é necessário otimizar o servidor para usar os recursos do seu ambiente da melhor forma possível.

 Para outras informações e dicas como essas, continue aqui no nosso blog!

JUNTE-SE A NOSSA LISTA VIP

Junte-se a mais de 150.000 pessoas que recebem nossos conteúdos e agendas de workshop

ARTIGOS RELACIONADOS

ESPERE!

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E AGENDA DE WORKSHOPS​