A Importância da Descrição dos produtos da sua Loja Online

Se o seu objetivo é aparecer na primeira posição de resultados do Google, a melhor estratégia é investir na otimização do seu e-commerce. Dentro desse tipo de estratégia, a ação protagonista é a criação de conteúdos. Mas vem aquela pergunta, como fazer isso? É simples, comece pele descrição dos produtos. Isso pode ajudar bastante na relevância do seu site.

Ficou interessado? Confira nesse artigo como a descrição dos seus produtos podem te ajudar a ficar na frente da concorrência!

Por que a descrição dos produtos é tão importante?

Produzir conteúdos relevantes para páginas de produtos, ou seja descrevê-los é extremamente importante por duas razões.

A primeira é que, ao fornecer informações, a chance da pessoa entender e se sentir atraída para comprar o que você vende, aumenta. Afinal, imagine entrar em uma loja virtual e não conseguir saber, sobre o tamanho exato e o acabamento de alguma roupa. Ou ainda não conseguir encontrar algumas funcionalidades de um celular ou computador.

A segunda razão é que o Google e outros sites de busca, como Yahoo, Bing, Ask, etc. Dão mais relevância para páginas virtuais com descrição para produtos e demais tipos de conteúdos. O processo é simples, os buscadores possuem um mecanismo chamado de “page rank”, uma espécie de tabela que vai contabilizando pontos positivos dos sites.

Assim a página virtual que tiver a maior pontuação, sai na frente, aparecendo no ranking de resultados de busca. 

As vantagens do tráfego orgânico

Sempre destacamos que o tráfego orgânico oferece um excelente custo benefício. Criar conteúdos é muito mais barato do que investir em anúncios. Sem contar que os conteúdos não são temporais como propagandas, assim que você para de investir, ainda sim, eles continuarão dando retorno.

A grande vantagem é que o conteúdo do seu site sempre ficará lá, caso você queira, claro. É diferente de materiais divulgados nas redes sociais. Imagine se você usa as redes sociais para divulgação dos seus produtos e serviços, e um dia elas saírem do ar permanentemente, para onde vão todos seus textos, fotos e vídeos?

Além disso, quando você investe na descrição para produtos, fica mais fácil criar um canal de relacionamento com os clientes, dando assim autoridade no nicho em que atua.

As principais recomendações do Google

Agora que você já entendeu como é importante usar descrição nos seus produtos, vamos te mostrar as principais recomendações do Google para a produção desse tipo de conteúdos. São elas:

  • Utilização de palavras chaves relevantes;
  • Clareza e objetividade: para isso, é imprescindível que a gramática e a semântica seja impecável.
  • Originalidade, isso é um fator importante, pois cada produto deve ter uma descrição única;
  • Textos desvinculados de imagens e vídeos;
  • Organização da estrutura dos conteúdos, ou seja, utilize título, subtítulo, tópicos, etc.

Como criar uma descrição para seus produtos?

Para começarmos, é preciso entender perfeitamente quem é a sua persona. Procure ter pensamento empático e se colocar no lugar dos seus clientes para entender o que pode solucionar os problemas deles. 

Em seguida, é preciso fazer a pesquisa de palavras-chave relevantes, que nada mais é do que como as pessoas costumam procurar seus produtos no Google e nos outros buscadores. Para essa tarefa, é possível usar a ferramenta Keyword Magic tool ou o próprio Google AdWords.

O terceiro passo e mais óbvio, é criar a descrição dos produtos. Tente seguir absolutamente todas a boas práticas do Google. 

Caso você tenha dúvidas por onde começar, é interessante colocar informações técnicas dos seus produtos. Caso sejam roupas, descreva:

  • Tamanho;
  • Cor;
  • Material de confecção;
  • Tipo de acabamento.

Além disso, uma ótima dica é colocar algumas recomendações de combinações de looks e em quais ocasiões é bacana usar aquelas peças. É importante lembrar que as imagens também são essenciais para os clientes conferirem mais detalhes dos produtos e sentirem confiança em finalizar a compra.

E por último, capriche nos CTAs (call to action) em uma escrita persuasiva, para isso, basta você explorar as técnicas de neuromarketing.

E aí? Gostou deste artigo? Então, aproveite para conhecer mais dicas como essa no nosso blog

JUNTE-SE A NOSSA LISTA VIP

Junte-se a mais de 150.000 pessoas que recebem nossos conteúdos e agendas de workshop

COMPARTILHE CONHECIMENTO

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ESPERE!

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E AGENDA DE WORKSHOPS​