Tendências de Marketing Digital para 2019

15 Tendências de Marketing Digital para 2020

Nesta época do ano muitos líderes de negócios e profissionais de marketing já estão planejando como será o próximo ano.

Não é um trabalho fácil planejar todas as ações, orçamentos, estrutura, projetos entre outras frentes. Requer dias e o envolvimento de toda a equipe. No entanto, uma vez planejado cria-se um mapa com as direções necessárias a serem tomadas.

O ano que passou foi inovador, muitas empresas ingressaram forte no marketing digital e conseguiram colher ótimos resultados. O que devemos fazer agora é olhar para o que deu errado e o que deu certo.

Encarar os erros, falhas, deficiências e a concorrência é fundamental para desenvolver um 2020 mais assertivo. As perspectivas econômicas são melhores, então precisamos aproveitar.

A publicidade tradicional, de interrupção, não tem gerado mais os mesmos resultados. Precisamos parar de interromper as pessoas no que estão interessadas e devemos nos tornar no que as pessoas estão interessadas.

Separei neste artigo 15 Tendências de Marketing Digital para 2020 que devem ser consideradas em seu planejamento e orçamento de marketing para o próximo ano.

1 – Marketing de Conteúdo

Marketing de conteúdo gera atração, relacionamento, engajamento, reconhecimento e vendas. De fato, o marketing de conteúdo, se feito corretamente, pode fechar todo o ciclo do funil de marketing.

Conteúdo tornou-se primordial para as empresas de todos os portes e segmentos criando assim uma diferenciação entre as demais marcas.

No entanto, não é qualquer conteúdo. A estratégia de marketing de conteúdo deve ser feita pensando no que o cliente quer, e não o que a sua empresa quer vender. Complicado não é?

Este tema é tão amplo, que chega a envolver toda a empresa e as mais inovadoras estão criando cargos de direção ou de conselho consultivo voltado ao marketing de conteúdo.

Analise todos os produtos ou serviços atuais e os futuros lançamentos e contemple em seu planejamento. Alinhe com a equipe comercial, suporte e atendimento as diretrizes estabelecidas e desenvolva junto com eles como o conteúdo poderá ajudar.

Se você ainda não criou um planejamento de marketing de conteúdo para 2020, reserve um tempo para criar. Se já criou, revise-o para verificar se está alinhado aos objetivos de sua empresa para o próximo ano.

2 – Assessoria de Imprensa Digital

O que veio se consolidando neste ano, terá de vez seu lugar em 2020.

O objetivo é o mesmo que a assessoria de imprensa tradicional, porém, a ferramenta principal é outra, é a internet.

A assessoria de imprensa digital foca em veículos online – mas não deixa de olhar os demais veículos. Além disso, o foco também não está em só conseguir a pauta, mas sim também conseguir o link para o site, o que ajudará em muito as estratégias de SEO, assunto que falaremos mais para frente.

Outro ponto de diferencial é o relacionamento com influenciadores digitais, sejam eles jornalistas ou não. No mundo online, existem personagens de grande destaque que podem ajudar sua marca a ganhar mais visibilidade e muitos destes influenciadores não possuem fama no mundo offline. Por isso, uma assessoria com viés digital muito forte em sua estrutura conseguirá identificar com clareza quem são os melhores influenciadores para sua marca.

A principal diferença entre a assessoria de imprensa tradicional e a online é que esta última envolve mais do que conhecimentos em jornalismo, engloba também marketing digital.

3 – Inbound Marketing

Inbound Marketing ganhou uma posição de destaque neste ano, demorou um pouco para chegar ao Brasil, mas felizmente chegou!

O próximo ano será o da consolidação do Inbound Marketing para as empresas, seja de qualquer tamanho ou segmento.

Inbound Marketing ajuda a atrair prospects e fidelizar os atuais clientes fornecendo conteúdo interessante e de qualidade em seu site. Um conteúdo que educa, informa e se envolve diretamente com o seu público alvo.

Quando um visitante se torna um lead, com base em um sistema de pontuação, você pode transmiti-lo para um funil de vendas. Uma vez que eles se convertam e comprem repetidamente, você pode analisar o processo para produzir conteúdo mais desejável e demonstrar sua experiência.

Empresas que utilizam estratégias de Inbound Marketing estão se beneficiando de leads qualificados e de maior reconhecimento da marca. Pense nisso em suas estratégias para 2020.

4 – Pesquisa por voz

Quase um terço das 3,5 bilhões de pesquisas realizadas no Google todos os dias são pesquisas por voz. Mais e mais pessoas usam o Alexa da Amazon, o Siri da Apple e o Google Assistant todos os dias. Como sua capacidade de reconhecer a fala humana melhorou significativamente, eles podem ser incrivelmente úteis tanto na busca de informações na Web quanto nas atividades domésticas.

A pesquisa por voz difere da pesquisa típica. Quando se digita a pesquisa, uma tonelada de resultados aparece, não é tão difícil ser um deles. Mas quando se faz uma pergunta a Siri, por exemplo, isso dará apenas alguns resultados e muitas vezes, apenas um. Se o seu site é um deles, as suas chances de conversão serão maiores.

Até então, nosso foco em SEO, UX e UI é baseado em pesquisas onde há o contato visual, mas quando não há tela, esses aspectos tornam-se irrelevantes. Portanto, adequar sua estratégia de SEO e conteúdo para pesquisa por voz será crucial.

5 – Conteúdos alternativos

Para tornar o conteúdo mais útil, os profissionais de marketing e líderes de empresa tem encontrado novas formas de se comunicar com o público.

Empresas não precisam mais se prender ao bom e velho texto no fundo branco. Conteúdos como infográficos, e-books, guias e vídeos cresceu muito nos últimos anos. No entanto, temos novas oportunidades surgindo.

O conteúdo do seu site precisa estar preparado para receber visitantes que mal vão olhar para ele, e sim escutar! Ou seja, seu conteúdo precisa também ser audível, seja apenas por voz ou por um vídeo.

Contemplar em sua estratégias novas formas de se comunicar com o seu público poderá ser o diferencial para sua marca no próximo ano.

6 – Inteligência Artificial

Inteligência artificial é um dos temais mais quentes no marketing. Mesmo que muitos ainda não entendam seus recursos e limitações, a tecnologia está tomando forma.

A forma mais comum de IA que temos no mercado são os chatbots. Os chatbots são mais rápidos que os humanos em fornecer respostas relacionadas a dados e solicitações. Eles têm humor e personalidades e oferecem atendimento personalizado a qualquer cliente em necessidade, a qualquer hora.

Os chatbots podem ser integrados a um site, a um aplicativo e até mesmo a uma plataforma de mídia social. Eles também coletam informações do usuário que podem ser usadas posteriormente para melhor adequar as estratégias de marketing.

Muitos pensam que chatbots servem só para diminuir custo de pessoal de atendimento. No entanto, chatbots são ótimas ferramentas de inteligência e dados para sua empresa e podem te ajudar a melhorar seu relacionamento e vendas.

Chatbots não apenas dão a você uma ideia exata do que os membros do seu público estão procurando e quando, mas também facilitam a entrega dessas informações para eles. Além de coletar informações para refinar sua mensagem no futuro.

Para um chatbot funcionar corretamente torna-se importante trabalhar 2 pontos essenciais, são eles: uma ferramenta inteligente e mapeamento de informações históricas.

Quando falo sobre ferramenta inteligente, digo sobre uma ferramenta que de fato consiga pesquisar em sua base as respostas corretas para as perguntas realizadas e gere informações do atendimento aos profissionais para melhorar sua performance a cada dia.

Já o mapeamento histórico diz respeito as informações que serão inseridas no sistema. Informações estas que deverão responder as dúvidas e questionamento das pessoas. O mapeamento destas informações precisa ser feito junto a equipe de atendimento, suporte e vendas.

A Inteligência Artificial também está aumentando no espaço da publicidade programática, pois ajudará os profissionais de marketing a comprar anúncios com mais eficiência e a segmentar públicos de maneira mais específica. Tudo isso é feito para aumentar as chances de sucesso da campanha de marketing e reduzir os custos de aquisição de clientes.

Inteligência Artificial oferece aos profissionais de marketing a chance de cumprir a promessa de “usuário certo, mensagem certa, hora certa, no lugar certo”. Não apenas antecipando quem pode se engajar com um anúncio, mas também transmitindo rapidamente uma oportunidade de lance em seu sistema de compra de mídia.

7 – Micro-momentos

A jornada do consumidor tem mudado, e os micro-momentos tem ajudado profissionais de marketing a entender melhor este comportamento. Há tempos o Google vem falando deste tema, e isso vem tomando forma no Brasil.

Diante de tanto conteúdo, anúncios, ofertas, e-mails, notificações push e tudo mais, as marcas e os profissionais de marketing têm muita dificuldade em atrair a atenção de seu público. É aí que entra o marketing de micro-momento.

O micro-momento é um novo tipo de comportamento do consumidor, que ocorre quando as pessoas se voltam para um dispositivo, geralmente um smartphone, para agir de acordo com a necessidade. Estas necessidades podem ser:

  • Aprender algo
  • Conhecer algum lugar ou conhecer algo
  • Fazer algo
  • Comprar algo

De acordo com o Google, os usuários experimentam “micro-momentos” em média, 150 vezes por dia, seja na busca do Google, YouTube, Google Maps, redes sociais entre outros.

Por que os micro-momentos são tão importantes? Porque as pessoas, em geral, tomam decisões instantâneas sobre o que comprar, onde ir ou em qual restaurante comer, o que lhe dá um espaço de apenas alguns segundos para chamar sua atenção, fornecendo aos consumidores as informações certas exatamente quando eles precisam.

Em última análise, toda a jornada de decisão do consumidor é uma combinação desses micro-momentos em todos os canais e dispositivos. As marcas de sucesso de amanhã serão aquelas que atendem às necessidades de seus consumidores nesses micro-momentos.

8 – Automação de Marketing

A automação de marketing é uma tecnologia que gerencia os processos de marketing e as campanhas multifuncionais, em vários canais, automaticamente.

Com a automação de marketing, as empresas podem segmentar clientes com mensagens automáticas por e-mail marketing, redes sociais, SMS, conteúdo em texto. As mensagens são enviadas automaticamente, de acordo com conjuntos de instruções chamados fluxos de trabalho. Os fluxos de trabalho podem ser definidos por modelos, personalizados desde o início ou modificados no meio da campanha para alcançar melhores resultados.

A automação de marketing ajudará empresas de diversos portes e segmentos a atuar de forma mais estratégica, deixando a execução automatizada.

9 – E-mail Marketing

Como assim E-mail Marketing é tendência? Vou explicar.

O e-mail marketing como algumas pessoas fazem já não funciona há muito tempo, por isso que os resultados são tão baixos. Não é difícil encontrar alguma empresa que não tem estratégia de e-mail marketing definida e dispara e-mails sem segmentação, personalização e de acordo com o comportamento do usuário. E com isso geram péssimos resultados.

No entanto, o e-mail marketing alinhado com outras estratégias de marketing, como por exemplo a automação de marketing, tem se tornado uma ferramenta essencial para estrategistas.

Estratégias como hiper-segmentações farão você se destacar da multidão. Quanto mais segmentados forem os seus e-mails para as necessidades e interesse da sua base, maior será a sua taxa de abertura e cliques.

Personalização do conteúdo também fará a diferença. Entender o comportamento do usuário, suas últimas compras e interações com sua marca é fundamental. Oferecendo assim o que ele estará mais disposto a comprar.

10 – Autenticidade

Como disse no começo do texto, a publicidade tradicional não tem gerado os mesmos resultados. Os consumidores estão cada vez mais desconfiados e com uma visão altamente seletiva. A autenticidade e a honestidade estão se tornando críticas e essenciais para as marcas.

Consumidores, principalmente os millennials, buscam cada vez mais por empresas na qual se identifiquem e empresas estão buscando cada vez mais por gerar esta aproximação e estão buscando em influenciadores digitais, até mesmo nos micro-influenciadores, esta aproximação.

O marketing de influenciadores tem sido, e ainda é, tendência para o sucesso. Podemos ser cegos quando se trata de anúncios. Por outro lado, conteúdo autêntico, gerado voluntariamente por outros clientes, no chama a atenção com facilidade. Afinal, damos muito mais confiança no que outras pessoas fazem e falam do que nas marcas.

11 – Realidade Aumentada e Realidade Virtual

O usuário de hoje quer basicamente duas coisas: ser envolvido e ser um participante ativo nas mensagens da marca. A Realidade Aumentada e Virtual (RA e RV) podem atender a essas duas necessidades, oferecendo às marcas excelentes oportunidades no campo da experiência do cliente.

Algumas empresas já estão adotando o poder dessa nova tecnologia. E-commerces estão iniciando experiências de compra através da Realidade Virtual, com lojas interativas e navegáveis. Outras estão utilizando da Realidade Aumentada para aproximar o cliente dos seus produtos, criando experiências incríveis, como por exemplo ter a possibilidade de visualizar como ficaria uma poltrona em sua sala.

Realidade Virtual e Aumentadas estão se tornando cada vez mais comuns como uma ferramenta de marketing para marcas.

12 – Mobile Marketing

Ainda há poucas empresas que de fato atuam com qualidade no mobile e estão perdendo grandes oportunidades de negócio e interação com a marca.

Segundo o IBGE, 77,1% da população, com 10 anos ou mais de idade, tinham um aparelho de celular próprio, em 2016. No entanto, há mais dispositivos móveis ativos do que habitantes no Brasil. Segundo a Fundação Getúlio Vargas, atualmente são 220 milhões de celulares em funcionamento no país contra 207,6 milhões de habitantes, de acordo com os dados mais recentes do IBGE. Nessa conta estão não apenas os smartphones, mas também notebooks e tablets, com um total de 1,5 gadget desse tipo por habitante.

Estas estatísticas só enfatizam a importância da publicidade móvel e de sites que funcionem corretamente em smartphones. Com tantas pessoas usando o celular e tendo acesso à internet em praticamente qualquer lugar, a importância do mobile marketing é evidente e as empresas estão colocando muita ênfase em suas campanhas.

13 – Snack ADs

Snack ADs não é um anúncio sobre um salgadinho, mas sim para publicidade utilizando vídeos curtos de 5 a 15 segundos de duração.

Com tanto conteúdo, estamos desenvolvendo períodos de atenção muito mais curtos, por isso é difícil para as marcas produzirem vídeos que mantenham a atenção dos consumidores por um longo período de tempo.

Anúncios curtos que entreguem sua mensagem de forma eficiente terão mais chances de atrair seus futuros clientes. Snack ADs conseguem ser aplicado em diversas plataformas, como Instagram, YouTube, redes sociais, publicidade em Apps de terceiros, rede de conteúdo entre outros canais, devido ao seu formato ser aceito por quase todas as plataformas de publicidade online.

Estudos esperam que o vídeo responda por 85% do tráfego total da Internet até 2020. Além disso, 54% dos usuários da Internet já assistem a vídeos em alguma plataforma de mídia social mensalmente, e esse número só crescerá nos próximos anos.

Os anúncios em vídeo também estão em ascensão, 65% das impressões de anúncios no Instagram foram através de vídeos, e esperamos que esse número cresça ainda mais.

Os profissionais de marketing devem considerar a inclusão de vídeos para sua estratégia em 2020. Algumas formas de fazer isso são veiculando anúncios em vídeo no YouTube e no Instagram, criando conteúdo em vídeo internamente ou fazendo parceria com um influenciador.

14 – Vídeos ao vivo

Não é segredo que os serviços de vídeo ao vivo do YouTube, Facebook e Instagram fizeram ondas em 2016, 2017 e 2018. De fato, em 2016, mais de 80% dos usuários da Internet assistiram a mais vídeos ao vivo do que no ano anterior.

A onda da transmissão ao vivo permanecerá em 2020 e sua marca pode definitivamente abraçá-la. Use para divulgar promoção, lançamento de produtos, entrevista e interagir com seus clientes.

Consumidores adoram informações em tempo real e gostam de saber tudo que se passa com as marcas que gostam, não deixe passar esta oportunidade mais um ano!

15 – A ascensão do CEO social

É importante que os CEOs e outros altos executivos sejam sociais. Isso aumenta a reputação de sua empresa, ajuda a criar confiança com seus usuários e até torna sua empresa mais atraente para os candidatos a emprego.

Nem todos os CEOs estão ativos ou são ativos nas mídias sociais. Muitos se restringem apenas ao LinkedIn. No entanto, espera-se que esse número aumente à medida que as pessoas queiram ouvir as notícias diretamente da fonte.

Existem várias maneiras pelas quais os CEOs podem ter sua voz ouvida. Algumas das melhores maneiras são postar no blog da empresa, publicar artigos e posts no LinkedIn, Tweets e vídeos que podem ser publicados no Facebook, Instagram e no Youtube.

E agora?

Em um artigo sobre as tendências a considerar para 2020 o principal conselho que deixo é: pense no seu cliente.

Quando falamos de marketing, tudo evolui muito rapidamente. Novas ferramentas e soluções surgem quase todos os dias e exigem muito a atenção dos profissionais de marketing e também a atenção de seus clientes.

Nós profissionais de marketing, temos sempre a vontade de abraçar o mundo, e acabamos tentando fazer muita coisa de uma vez só. Então, ao invés de mergulhar de cabeça em cada tendência conforme ela surge é importante termos em mente nosso cliente. Avalie de fato o que fará a diferença para ele.

Temos que trabalhar com o foco do cliente e não com o foco no cliente. A diferença é trabalhar no que o cliente realmente quer e não no que a empresa quer.

JUNTE-SE A NOSSA LISTA VIP

Junte-se a mais de 150.000 pessoas que recebem nossos conteúdos e agendas de workshop

ARTIGOS RELACIONADOS

ESPERE!

RECEBA NOSSOS CONTEÚDOS E AGENDA DE WORKSHOPS​